Há sempre um preço a se pagar

| domingo, 1 de fevereiro de 2009

Bom, mais um texto, mais uma idéia, dessa vez trago aqui uma idéia da qual gosto muito, por ser pratica, simples, clara e lógica. Chega de esperar que tudo caia do céu, se quiser algo, conquiste. A imagem foi a escolhida pois simboliza os opostos, pois um não existe sem o outro. O que seria o bem se não existisse o mal e vice versa? Um existe em função do outro, se não fosse assim, talvez não fossem notados, idéia que trabalharei num outro texto. Espero que gostem.

Nada vem de graça, não se pode tirar alguma coisa do nada e se queremos alguma coisa, temos de dar algo em troca de mesmo valor. Isso se chama troca equivalente.
Nada pode ser obtido sem um sacrifício, ao optarmos por uma coisa abrimos mão de outra, chama-se escolha, não se ganha nada sem dar algo de mesmo valor. É nisso que se baseia a troca equivalente, nosso desejos nunca serão realizados caso fiquemos a reclamar e apenas desejar, ao nos limitar-mos a reclamações e lamentações, ganhamos em troca frustração, pois ambos têm mesmo valor. Recompensa não são dadas a todos, só a quem merece.
Não se trata de troca de moedas por mercadorias e sim de uma reação em cadeia, outra lei chamada ação e reação, uma ação leva a uma reação. Acredito, já que tenho a liberdade de acreditar no que mais me agrade, que a troca equivalente rege todo o nosso universo, toda a minha vida, em todo o meu dia, uma após o outro. Para cada ação há uma reação, não se pode ganhar algo sem perder outra coisa, meus esforços em busca de meus objetivos, minha dedicação na maioria dos casos é minha moeda de troca por assim dizer, se estiverem à altura me trarão sucesso no que me dedico.
O que somos hoje é resultado de nossos desejos, e atitude com relação a eles, se é feliz, é por que em troca de minha felicidade dei algo de mesmo valor em troca, coragem, dedicação, esforço. Se for frustrado é por que me limitei a reclamar e me convencer de que tudo que queria era impossível, não me dediquei e nem se quer sonhei de verdade, com vontade de vencer.
Resolvi escrever sobre a troca equivalente pois realmente vi uma verdade nessa idéia,não digo um a verdade absoluta pois sei como sou e sei que sempre vou procurar uma falha, não sou de ser absolutista, para mim sempre há uma janela, outra saída, uma maneira te difere de pensar, mas com essa idéia não consegui ver muita escapatória, para mim ela é uma lei.

Rodrigo

2 comentários:

{ Daniel Blankman } at: 1 de fevereiro de 2009 20:16 disse...

Só tenho uma frase de uma música do teatro mágico pra resumir esse texto que é "O milagre que esperei nunca me acontece!!!!"
Muito bom o texto.

{ leania } at: 7 de fevereiro de 2009 14:29 disse...

Eu vou te falar que quando perdemos algo que tanto gostamos no mesmo momento ganhamos algo para aprender a gosta de tau maneira que o outro não perese ser tão grande, a verdade é que não podemos amar duas coisas com um amor imenso e ai temos que apenas nos acostumar com essa ideia da troca.

 

Copyright © 2010 Sarau dos Éteres Blogger Template by Dzignine