Ah essas limitações...

| domingo, 26 de outubro de 2008


Tô eu aqui de novo, sei que faz tempo, mas sempre lembro de algo pra escrever e volta e mais nasce uma idéia. Esse texto nasce numa madrugada, ótimo período do dia pra se pensar. Eu disse período? Bom, mas período dá a idéia de divisão a para que haja divisão deve haver totalidade e quem disse que o tepo realmente se divide em dia, mês e ano? rsrs Taí o tema do texto, certezas inúteis que nos limitam e nos condicionam, pare e pense, não vou dar respostas por que não as tenho, mas com certeza, ao lado das portas que você mesmo fechou um dia, vai se abrir uma janelinha por onde vai entrar um raio de luz. Ilumine-se

Pensando na vida chego sempre a conclusão de que certas certezas são inúteis. Sou humano, e como tal tive cultivado em mim o hábito de planejar tudo, mas de onde vem essa idéia absurda de que temos controle sobre algo? Queremos algo, muito mesmo, como o que acontecia recentemente comigo, e lá no fundo talvez ainda aconteça rs, mas querer nem sempre é poder ( assunto abordado num texto anterior ). Basta acontecer algo fora do planejado e pronto, perdemos o controle, num filme ( Batman - Cavaleiro das trevas ) vi um exemplo que faz sentido "... se você diz as pessoas que um ônibus cheio de atletas vai explodir elas vão ficar tristes, mas vão encarar com naturalidade, agora se isso acontece de repente, elas perdem o controle, não sabem o que fazer..."( Coringa ). Foi assim por todo o tempo e será sempre assim, quem diria que o EUA em toda a sua soberania seria atacado como foi no 11/09? Foi de surpresa. E se tivesse sido avisado, causaria tanto espanto?

Não levar a vida tão a sério, será esse o melhor caminho? Bom, De repente me vejo apegado ao passado , remoendo lembranças e para isso uso meu presente que é onde a vida acontece e com isso será que estou perdendo a vida? Creio que sim rsrs. Ao olhar universo vejo como somos pequenos, e o que temos de pequenos temos de arrogantes, é muita presunção achar que se de repente sumíssemos faria alguma diferença. Buscamos justificativas para essa existência, isso até é bom desde que não substituamos essas justificativas por falsas certezas e sim por propósitos.

É, eu sei , o texto tá confuso, mas eu também afinal não vim com certezas e sim com questionamentos, sem a presunção de responde-los visto que dizer o por que de estarmos aqui e nosso propósito seria arriscado e possivelmente eu cairia num clichê, repetiria o que muitos dizem, " Por que Deus assim quis ", mas também não vou discutir religião( até por que não tenho ).

Ah essas dúvidas, as vezes minha cabeça é como uma panela de pressão, mas sem válvula de escape. Não é desesperador achar que tudo que fazemos agora é a troco de nada? e para isso criaram justificativas, mas no fim das contas nada muda, pois passa-se a viver em função de algo futuro, uma recompensa e esquece-se de viver, de novo, o presente. De uma coisa eu sei, hoje estou aqui, amanhã já não sei, que dirá daqui a um mês? Bom, é fato meu passado não me pertence e o futuro também não, porra então por que insisto em continuar com essa mania de contar com o que ainda não está aqui? E por que tanto estresse em todos nós? Por medo do que virá? por causa de um plano que não saiu como queríamos? Bom, mudemos façamos por onde ter sentido, o agora não se repete, passou, acabou, é assim.

Ah essas certezas inúteis, e a criança dentro de mim, briga com o animal também dentro de mim, mas numa coisa os dois concordam, a melhor coisa do mundo é nossa liberdade e o pior algoz somos nós quando trazemos para nós mesmos a mais forte e cruel algema, o medo. Portanto liberte-se comece sua metamorfose, abra os braços e entregue-se ao vento, sinta a vida, viva, afinal estamos aqui para isso. E essa criança ainda fala comigo "ae para de ser caixias, vamo brinca, não quero ficar preso, não leva tudo tão a sério ".

Mas do que mesmo eu corro atrás? srrs Bom, tudo muda e nunca sei se algo na próxima esquina vai me parecer mais atraente do que o que faço e vivo atualmente.


P.S.: Sinta que sabe que é um tanto bem maior ( TM ), não se limite e brilhe onde estiver rsrs ( TM ).



Rodrigo.

2 comentários:

{ Daniel Blankman } at: 26 de outubro de 2008 14:18 disse...

A incerteza é a única certeza da vida.O futuro é essa incerteza pq o futuro é daqui a um segundo e não daqui a um minuto.Ele acontece a todo instante e confirmamos isso no cotidiano.
Eu entendi a parte do querer e nem sempre ter.Realmente as vezes temos q no contentar com o q temos.
Seu texto tá foda e é uma verdade.

{ Kamilinha } at: 6 de novembro de 2008 10:52 disse...

Realmente o que temos de pequenos, temos de arrogantes... Afff!!! É bem verdade que esquecemos de viver o presente, sempre nos preocupamos com o vai acontecer, relembrando o que já aconteceu e muitas vezes perdemos o que tá acontecendo!!! Essa parte de contar com o que ainda não está aqui ficou muito boa!!! Massa!!!

BjooO

 

Copyright © 2010 Sarau dos Éteres Blogger Template by Dzignine