Mundo particular

| terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Criei uma porta e atrás dela existe um mundo
Um mundo só meu,no qual ninguém pode entrar
Eu me proibi de compartilhar o que acontece nele
Não é egoísmo.quero sumir um pouco e me encontrar lá
Conversar comigo mesmo e contar meus problemas
Libertar-me desse mundo podre e sorrir a vontade
Viverei ,sonharei e farei tudo que tiver vontade
Serão os melhores momentos da minha vida
Mesmo que sozinho,mas serão os melhores com certeza
Verei onde estão meus erros,acertos e o que me deixa triste
Daí então vou corrigir e praticar no outro mundo
Cada sentimento e cada movimento será analisado
Tentarei primeiro analisar a tristeza e a felicidade
Elas são a resposta de uma ato e nada acontece por acaso
As outras serão calculadas a os poucos para não haver erros
Quer saber o que tem de tão importante lá?
Não posso dizer,esqueceu que não se pode falar o que acontece?
Só falei o que qualquer um faria se estivesse no seu mundo
Mas se você quiser,posso ti ajudar a criar ou aperfeiçoar o seu
Garanto que você tem esse mundo proibido e bem misterioso
O que acontece é que você fechou a porta e perdeu a chave
Basta apenas trocar a fechadura ou abrir outra porta
Será o dia em que encontrarás a felicidade e a pureza
Será nesse dia que estarei feliz e ao mesmo tempo triste
Feliz porque você encontrou o seu verdadeiro eu
E triste porque quando entrares no seu mundo esqueceras de mim
Esqueceras que existo e se mostrará somente para si mesma
Impedindo que nossos olhares se encontrem no mesmo lugar
Olhando um para o outro mas distantes pelos mundos

Daniel Lima

3 comentários:

{ Autores } at: 27 de janeiro de 2009 01:39 disse...

Realmente, tenho recorrido muito e esse meu mundo particular tb. Gostei do texto Dani, muito cara, ficou bem feito e a idéia dele é muito boa. Parabéns, abraço

Kamila Melo at: 27 de janeiro de 2009 02:37 disse...

Tbm gostei da idéia do texto! É sempre bom a gente conhecer "nosso mundo", nossas limitações, nossos desejos escondidos... Só é preciso ter cuidado para não se trancar nele! Mas o texto ficou muito bom! Parabéns, Daniel!

BjooO

{ Fidel } at: 7 de março de 2009 23:51 disse...

Suas reflexões me remetem a um estado profundo de introspecção, sua linguagem rebuscada denota sua capacidade de síntese, revelando um excelente escritor!

Meus parabéns garoto!

Doctor PhD. Medeiros, Puc-SP.

 

Copyright © 2010 Sarau dos Éteres Blogger Template by Dzignine