Complementares

| terça-feira, 30 de junho de 2009
Opostos, eis um assunto difícil de se tratar, essa foi minha terceira tentativa até chegar num texto que pudesse ser apresentado. Opostos ou dispostos? acho que só depende de nós. Bom, espero que gostem.
Opostos se completam, somos nós, bem e mal, alegria e tristeza, animo e desânimo, tudo isso num só recipiente. Os opostos se entendem e se traduzem, é sobre isso que vou falar nesse texto, sobre os opostos e a maneira como se completam.

Opostos são complementares, replementares e suplementares, de qualquer forma, se completam. Opostos são objeto e imagem especular, simétricos, onde um se reflete no outro claro e escuro, bem e mal, amor e ódio.
Opostos não vivem sós, um sem o outro se perdem, não sabem quem são, são extremos ligados por um fio, é olhando um para o outro que se conhecem e reconhecem,descobrem seus valores e desamores, qualidades e defeitos exibidos de forma clara no outro.
Ao se olharem, querendo ou não um diz ao outro e a si “eu sou você e esse sou eu”. Opostos não se repelem, apenas são opostos diferentes, estão sempre juntos e depois de tanto tempo continuam discordando e relembrando, sempre se completando.
Opostos fazem com que as coisas tenham graça. Concordar sempre seria muito monótono, um terreno onde tudo depois de um tempo soaria falso. “Os opostos se distraem e os dispostos se atraem”, sejamos dispostos e não apenas opostos, discordar apenas por discordar, não se encontrar, não se aproximar. Façamos de nossas escolhas nossas leis, de nossos sonhos nosso norte, e não tendo estrada pronta e definida a cada passo façamos nosso caminho, mas nunca sós.
Comentário:
Pessoas aparentemente opostas tambem se atraem, se completam e entendem. Uma certa pessoa esperava que eu fizesse esse texto havia prometido a ela eis o texto aqui pronto espero que você goste rsrs.
P.S. A citação “os opostos se distraem e os dispostos se atraem” é de autoria de Fernando Anitelli do grupo O Teatro Mágico.

2 comentários:

{ Daniel Blankman } at: 30 de junho de 2009 01:19 disse...

"Novidade" ele citou Teatro Mágico no texto.
kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bom, com relação a os opostos, todos sabem que um depende do outro. Assim como o Diabo existe por causa de Deus, a felicidade pela tristeza e assim por diante, acredito que seja um assunto facil de entender mas complicado de explicar por um depender do outro.
Se não houver o outro, não existe os opostos e assim por diante.
Me identifiquei com o texto e vi você nesse texto. Você sabe do que estou falando e das pessoas que vejo também nesse texto por elas estarem meio que presentes nos nossos pensamentos. São pessoas diferentes é lógico, mas com os mesmos sentimentos.
Abrass Digão.

{ Márjory } at: 30 de junho de 2009 01:19 disse...

noooooooooossa
q profundo....^.^
adoro essa parada d 'opostos sem seus opstos nao são opostos' tipo...sem seu contrario ele ñ eh nada...eles se completam...xD

adorei o texto
beeeeeejo
=*

 

Copyright © 2010 Sarau dos Éteres Blogger Template by Dzignine