Para enchergar a beleza

| quinta-feira, 30 de julho de 2009
Bom, nesse texto falo de algo que normalmente demoramos a perceber realmente, normalmente nos prendemos a rótulos e padrões. Abramos os olhos. Espero que gostem.

Para se enxergar a beleza, não basta apenas olhar, não basta apenas abrir os olhos, ela nem sempre está tão visível.
Para vermos a beleza das coisas devemos antes nos desarmar, nos livrarmos do cansaço, raiva, prejulgamentos, maldizeres, angustias e medos, tudo isso nos fecha os olhos, nos limita. A beleza, não se exibe, assim, se tornaria comum, banal. Ela se esconde, apenas se insinua, desperta curiosidade, mesmo estando a nossa frente.
A beleza é sutil e não bruta, não precisa de aparatos e intermediários, representa-se por si só. Por diversas vezes algo do cotidiano, com o qual estamos acostumados, nos surpreende por se apresentar de uma maneira diferente, as ondas que chegam a praia, sempre chegaram a praia assim como o sol sempre se pôs e o vento sempre soprou, mas volta e meia nos surpreendemos com a combinação dos três ,gerando cores, movimentos e sensações novas.
A beleza, não é explícita, revela-se aos poucos, nos prende a atenção. Não a percebemos como que por milagre, nem sempre temos a grandeza necessária para notá-la é necessário desenvolver em nós o olhar, a sensibilidade, não apenas para ver, a beleza se revela por meio de nossos sentidos expressando-se em nossas emoções ou ouvir e sentir.


Rodrigo

4 comentários:

Kamila Melo at: 30 de julho de 2009 21:32 disse...

Realmente... A beleza se mostra aos poucos! Todos os dias nós vemos o sol, a lua, as estrelas, o mar e tantas coisas mais, mas dificilmente paramos pra observá-los. Olhamos todos os dias, mas poucas vezes enxergamos!

Parabéns pelo texto!

=)

{ Daniel Blankman } at: 31 de julho de 2009 14:52 disse...

Para mim, a beleza é apenas um complemento do objeto. O que pode ser uma mulher com uma beleza explendida para mim pode não ser para você, pode ser uma beleza que alguns chamam de comum.
As vezes ao fechermos os olhos é que passamos a observar e entender a beleza da outra pessoa.

Texto massa Digão.

{ Bergilde Croce } at: 10 de janeiro de 2010 14:22 disse...

Olá,descobri o blog através do Google e gostei dos conteúdos aqui registrados.Abraços da distante Itália,Bergilde

{ Paz!!!Luara no Reino!!! } at: 6 de maio de 2010 15:14 disse...

Poxa...belo é o teu post!
Eu tb acredito muito na beleza na simplicidade!
Teu texto me fez lembrar mto um que tem lá no meu blog chamado
MASCARAS
http://www.prosperarteonline.blogspot.com/

 

Copyright © 2010 Sarau dos Éteres Blogger Template by Dzignine